Araguaia: desvelando silêncios (A atuação das mulheres na guerrilha)
Fecha: 2011 09 15
Grupo: Artículos
País: Brasil
Categoria : Comunicado
 Logo del Grupo:


 Ficheros del Artículo:

Descargar Archivo
De_Paula_Guerra.pdf


ARAGUAIA: DESVELANDO SILÊNCIOS (A ATUAÇÃO DAS MULHERES NA GUERRILHA)

Fabiana de Paula Guerra

Monografia apresentada ao curso de graduação em História, do Instituto de História da Universidade Federal de Uberlândia (Março, 2006)

RESUMO: Este trabalho visa discutir a resistência do Partido Comunista do Brasil (PC do B) à ditadura militar, instaurada no país com o golpe de 1964. A intenção é demonstrar que pessoas discordaram deste regime político, optando por lutar de armas na mão para reaver direitos que haviam sido suprimidos naquele momento, assim como para conquistar outros que julgavam necessários.

É válido ressaltar que essas pessoas não aceitaram passivamente o que lhes estava sendo imposto e se posicionaram, constituindo-se como sujeitos ativos e integrantes de um processo histórico. Neste contexto, busco discutir como ocorreu a preparação e o desenvolvimento da guerrilha do Araguaia, quais eram os pressupostos teóricos que norteavam o trabalho dos guerrilheiros, como se deu sua interação com a população da região e como ocorreram os combates, entre outros aspectos.

Destaco também a atuação das mulheres que participaram do conflito, discutindo o que representou sua inserção no espaço público/político e demonstrando que não foram somente homens que ingressaram na luta armada contra a ditadura. Mesmo sendo minoria na guerrilha, as mulheres tiveram uma significativa atuação, principalmente por estarem conquistando novos espaços e rompendo uma série de papéis sociais que lhes foram conferidos.

A tentativa de ocultar o episódio da guerrilha – que levou ao silêncio, que só recentemente vem sendo rompido, de uma das partes envolvidas – é abordada ao longo do texto, assim como a luta daqueles que insistem em dar a sua versão dos fatos, contribuindo para que eles não caiam no esquecimento.

Palavras-chaves: ditadura militar, guerrilha do Araguaia, mulheres guerrilheiras.

© 2006 - Cedema.org - CENTRO DE DOCUMENTACION DE LOS MOVIMIENTOS ARMADOS